13 B’Aktun 12 dias

Dia 1. (TER) Aeroporto Guatemala – Guatemala 
Recepção no aeroporto, assistência e traslado ao hotel. Apresentação e palestra de bem-vinda por parte do guia espiritual que nos acompanhará durante a viagem, explicação das atividades que realizaremos relacionadas com a cosmovisão maia. Hospedagem Hotel Barceló.

Dia 2. (QUA) Guatemala – Visita Cidade – Conferência: Os Ciclos Maias – Guatemala 
Café da manhã. Começaremos a manhã realizando uma visita ao sítio arqueológico Kaminal Juyú, localizado em pleno casco urbano da cidade de Guatemala. Este centro arqueológico se tornou o maior assentamento maia do altiplano guatemalteco no período Pré-clássico. Atualmente é um centro cerimonial importante. Continuaremos nosso percurso histórico nos museus Miraflores e de Arqueologia. Pela tarde, numa sala teremos a conferência de um arqueólogo sobre a questão dos Ciclos Maias. Hospedagem Hotel Barceló.

Dia 3. (QUI) Guatemala – Iximché – cerimônia Espiritual – Atitlán 
Café da manhã. Saída para o altiplano guatemalteco com destino ao centro arqueológico de Iximché, antiga capital maia do reino Cakchiquel, visita e realização de uma cerimônia espiritual. Após a visita continuaremos rumo ao Lago Atitlán, do qual Huxley disse que era o mais belo do mundo. Hospedagem Hotel Villa Santa Catarina.

Dia 4. (SEXTA) Atitlán – São João la Laguna – Tour comunitário e Semeado da árvore – Atitlán
Café da manhã. Traslado de lancha até São João la Laguna, um dos povoados mais belos do lago Atitlán e visita cultural da aldeia a cargo da  associação comunitária Rupalaj K´istalin, Depois chegaremos ao viveiro de espécies nativas para realizar o ato cerimonial do semeado da árvore, no começo tem uma explicação das diferentes espécies nativas e seus usos, logo, cada pessoa escolhe a árvore que deseja semear, a continuação o grupo se dirige para o Morro da Cruz e se realiza a cerimônia do semeado da árvore, após descer do morro, seremos levados para um mural localizado no  povoado onde os participantes deixaram uma marca pintando seu nahual maia. Tarde livre. Hospedagem Hotel Villa Santa Catarina.

Dia 5. (SÁB) Atitlán – Santiago – cerimônia Espiritual – Chichicastenango
Café da manhã. Hoje pegaremos uma lancha para visitar o povoado Tzutuhil de Santiago Atitlán, onde destaca o culto a Maximón, deidade própria da cultura maia Tz’utujil que se reverencia e que congrega numerosos fieis das vizinhanças e do redor do lago. Após a visita, realizaremos uma cerimônia espiritual acompanhados por guias espirituais próprios do lugar. Pela tarde voltaremos a Panajachel e nos dirigiremos a Chichicastenango. Hospedagem Hotel Santo Tomas.

Dia 6. (DOM) Chichicastenango – La Antigua
Café da manhã. Pela manhã participaremos de uma fascinante missa na igreja de Santo Tomás, onde o sincretismo religioso dos quichés se faz sentir com força. Visitaremos seu famoso e colorido mercado que se realiza cada quinta-feira e domingo. Continuação terrestre para la Antigua, chegada na metade da tarde e visita de orientação desta cidade colonial declarada Patrimônio da Humanidade. Passaremos pela Catedral, a Praça Central, principais monumentos e museus a visitar, assim como librarias, restaurantes, galerias de arte, etc. Hospedagem Hotel Villa Colonial.

Dia 7. (SEG) La Antigua 
Café da manhã. Disporemos do dia livre para desfrutar de La Antigua, passeando por suas ruas de pedra, apreciando os estilos arquitetônicos de outrora ou então descansando nas instalações do hotel. Como atividade opcional, durante a manhã, recomendamos realizar uma visita cultural da cidade ou visitar uma Fazenda de Café. Hospedagem Villa Colonial.

Dia 8. (TER) La Antigua – Copan
Café da manhã. Saída de La Antigua. Durante este dia, atravessaremos a fronteira hondurenha para visitar o centro arqueológico de Copan, que foi um dos assentamentos mais importantes no período maia clássico. Copan apresenta suas estelas, templos, jogos de bola e enterramentos de um grande valor arqueológico. Hospedagem Hotel Marina Copan.

Dia 9. (QUA) Copan – Quirigua – Peten 
Café da manhã. Pela manhã, saída de Copan com destino a Peten. De caminho, visita do centro arqueológico de Quiriguá com algumas das mais imponentes estelas do Mundo Maia, entre as quais se encontra a estela C, a mesma faz referência ao início da 5ª era maia, 13 de agosto de 3114 AC. Continuação até o Peten. Chegada ao final da tarde. Hospedagem Acampamento El Sombrero.

Dia 10. (QUI) Peten – Yaxhá – cerimônia Espiritual – Peten 
Café da manhã. Visita do espetacular centro arqueológico de Yaxhá, uma das cidades maias mais importantes da região de Peten. O sítio conta com vários conjuntos de acrópoles ligados por estradas, jogos de bola e 31 estelas, mas salienta-se por dois conjuntos que foram utilizados para comemorar solstícios e equinócios. Yaxhá se torna muito mais especial por causa de sua bela lagoa sagrada. Realizaremos uma cerimônia espiritual acompanhados por guias espirituais próprios do lugar. Saída do sítio e almoço num restaurante local, depois traslado ao hotel. Hospedagem Hotel Jungle Lodge.

Dia 11. (SEXTA) Peten – Tikal – Guatemala 
Na madrugada, desfrutaremos da experiência única de ver o amanhecer desde o topo do Templo IV, onde se combinam a saída do sol e a névoa cobrindo a selva e os templos. Café da manhã box. Visita da cidade maia de Tikal, sem dúvidas o melhor exponente da cultura maia clássica. Foi habitada por quase 1.500 anos, e foi uma das primeiras cidades maias em instaurar um governo dinástico que registrou seus governantes nas estelas com inscrições hieroglíficas, em Tikal se registrou uma sequência dinástica de 33 governantes sucessivos. Almoço num restaurante dentro do recinto. Pela tarde traslado ao aeroporto de Flores e voo à cidade de Guatemala. Hospedagem no Hotel Barceló.

Dia 12. (SÁB) Guatemala – Aeroporto Guatemala 
Café da manhã. Traslado ao aeroporto da cidade de Guatemala. Fim dos nossos serviços.

13 B’Aktun

Dentro de nossa riqueza cultural a espiritualidade maia representa desde a época clássica até nossos dias um dos pilares para entender o estilo de vida e as tradições de nossos povos. Cada grupo étnico presenta características próprias de sua cultura, mas a harmonia com o meio ambiente e os elementos da natureza são o denominador comum de todos eles. Começaremos os primeiros dias do roteiro assistindo a uma conferência com um arqueólogo que nos abrirá as portas dos Ciclos Maias. Cada um dos sítios sagrados a visitar tem um significado e um lugar especial dentro da Cosmovisão Maia, você os conhecerá da mão de um guia espiritual que nos levará num percurso a través do tempo.

Saída: Terças.

Serviços: Privados. Mínimo: 2 Pax.

Idiomas: Espanhol – Inglês – Italiano